Posts

Yglésio diz que PMs femininas foram vítimas de machismo na corporação

A sindicância contra policiais militares femininas por conta de vídeo no TikTok ainda repercute no meio político. Na Assembleia Legislativa, o deputado estadual e pré-candidato a prefeito de São Luís, Dr. Yglésio (PROS), usou a tribuna da Assembleia, nesta terça-feira (28), para repudiar de forma veementemente a conduta do Comando Geral da Polícia Militar e defender as policiais mulheres contra o machismo. Na semana passada, Yglésio já tinha emitido uma nota de repúdio ao ato, onde disse que o vídeo do TikTok humanizava a atividade policial.

O parlamentar responsabilizou o comandante-geral da PM, coronel Pedro Ribeiro, pelo vazamento da sindicância. “Essas PMs, por conta desse vídeo, foram submetidas a uma sindicância que, por sinal, foi vazada pela própria estrutura da corporação, responsabilidade do comandante-geral, Coronel Pedro Ribeiro, e para nós é uma tristeza muito grande, porque há uma necessidade de renovação do padrão de comportamento, de tratamento junto ao efetivo da força policial do Maranhão”, disse em seu pronunciamento.

Ao reproduzir o vídeo no Plenário, Yglésio destacou que as policiais não utilizaram vestes inadequadas e nem feriram a honra da corporação. “Foi a exibição natural da feminilidade de uma mulher, e policiais também são mulheres, como policiais também são homens”, disse ao complementar que outros eventos dentro da Polícia Militar aconteceram sem que houvesse abertura de sindicâncias.

Em comparação, Yglésio mostrou um vídeo de um oficial do alto comando da PM que subiu em um palco para cantar, com um fuzil na mão. Segundo o parlamentar, que é médico, o oficial apresentava sinais de alteração do humor, por conta da alcoolemia. “Não houve nenhum tipo de sindicância, ou seja, isso aqui teve muito menos impacto do ponto de vista disciplinar”, contestou.

Na visão do deputado Yglésio, as policiais mulheres sofreram machismo dentro da corporação. “A minha preocupação com sindicâncias, são as sindicâncias que as policiais militares, mulheres, sofrem de assédio moral, assédio sexual, vítimas, inclusive, casos de violências que apareceram recentemente e a gente não tem notícia de sindicância vazada”, questionou.

Astro homenageia ex-presidentes da câmara municipal

Uma sessão solene marcou a entrega de placas em homenagens aos ex-presidentes da Câmara Municipal de São Luís. O evento foi realizado nesta quarta-feira (21) numa proposta do atual presidente da Câmara, vereador Astro de Ogum (PR), por meio do requerimento 078/2018.

Objetivo da solenidade foi lembrar o serviço prestado pelos ex-presidentes que ainda estão vivos e trabalharam com dedicação para o crescimento do Legislativo Ludovicense. Enoque Almeida Filho, Edivaldo Holanda, Manoel Ribeiro, Deco Soares, Pavão Filho, Chico Carvalho, Sousa Bentivi, Ivan Sarney e Isaias Pereirinha receberam placas de honra ao mérito.

Segundo o vereador Astro de Ogum, a sessão marca o começo das comemorações dos 400 anos da Câmara Municipal de São Luís, a quarta casa legislativa do Brasil. “Vamos comemorar esta data não apenas com festa, mas lembrando das pessoas que ajudaram construir a história. A participação de todos os ex-presidentes foi fundamental para o avanço do parlamento são-luisense”, exclamou.

Para o ex-presidente e deputado estadual Edivaldo Holanda Braga, a Câmara Municipal é a escola que todo político deveria iniciar a carreira. “Tive a honra de presidir essa casa em momento importante para história da política maranhense. Me sinto honrado por ser homenageado por um companheiro que ocupa atualmente a mesma cadeira que um dia ocupei”, disse.

O presidente Astro ainda destacou que sempre teve vontade de homenagem os ex-parlamentares em vida.

“Estou há três anos na presidência da casa e nunca imaginei ocupar esse lugar nem por brincadeira. Hoje me sinto feliz em homenagear esses homens que ainda contribuem e muito para a política do nosso estado”, afirmou.