Posts

Em Caxias, mirante da balaiada retoma atividades

O Mirante da Balaiada, no Morro do Alecrim, um dos cartões postais de Caxias, já retomou as atividades de forma segura, a fim de manter todos os caxienses atentos às questões de segurança, tendo em vista a existência da covid-19, que ainda causa grandes transtornos aos caxienses e brasileiros.

As atividades já retomaram nesta segunda (3), após a instalação de dois lavatórios portáteis pelos profissionais de Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). A Secretaria Municipal Adjunta de Turismo, que integra a Secretaria Municipal de Cultura, Patrimônio Histórico, Esporte, Turismo e Juventude, informa que tudo está sendo feito de modo a garantir que os caxienses sigam os protocolos de saúde, mantendo distanciamento e lavando as mãos com água e sabão caso seja necessário.

“Reabrimos o Mirante da Balaiada nesta segunda-feira com todos os protocolos de segurança adotados. Instalamos duas pias nas entradas. Disposição de mesas dos quiosques e restaurantes bem separadas para mantermos o distanciamento social, uso de máscara obrigatório para colaboradores e visitantes. Em breve abriremos a passarela para visitação de apenas 5 pessoas por vez. A loja de artesanato funcionará nos três turnos e quiosques e restaurantes nos períodos da tarde e da noite, não permitindo o consumo de bebidas alcoólicas e disponibilizando álcool em gel pelos estabelecimentos aos seus clientes”, explica Fernando Santos, secretário municipal adjunto de Turismo.

A Prefeitura de Caxias também orienta a população a usar máscara em todos os ambientes públicos da cidade. A gestão municipal lembra que todos os esforços estão sendo tomados no sentido de manter a população bem informada sobre as ações preventivas, a fim de prevenir os caxienses contra a covid-19.

Em Caxias, secretaria realiza reunião para planejamento e balanço das ações de enfrentamento à covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde realizou na tarde desta quinta-feira (30) uma reunião para diagnóstico, planejamento e balanço das ações de enfrentamento à pandemia da covid-19 em Caxias. Coordenadores, diretores e o secretário de Saúde, Carlos Alberto Martins de Sousa, estiveram presentes no auditório do SAMU para traçar planos em prol do avanço dos trabalhos da secretaria no município.

“Todos os cuidados foram tomados conforme os protocolos e também as exigências da Vigilância Sanitária sobre as metragens de distância de dois metros e a higienização em todo o auditório. Esta reunião com todos os coordenadores com a presença do secretário de Saúde fortalece o elo entre todos os profissionais”, afirma Franklin Roosevelt Oliveira Maranhão, enfermeiro do SAMU.

Segundo Socorro Melo, que está à frente da direção do Hospital de Campanha, na reunião foi feito o “alinhamento respeitando todas as orientações e o distanciamento social. Também se fez um balanço do enfrentamento à covid-19 no município e como cada coordenação pode ainda contribuir mais para que o sucesso ao enfrentamento continue firme. A gestão municipal não mede esforços, é muito sensível a todas as demandas. Vamos cada um fazendo o seu papel para vencer rapidamente mais essa guerra”.

O secretário de saúde falou sobre a pauta da reunião. “Todos os procedimentos de segurança foram tomados para proteger as pessoas. Tivemos a oportunidade de conhecer todas as nossas áreas, os nossos talentos e, principalmente, os entraves que têm dificultado algumas ações da área de saúde. Teremos todas as condições de preparar o nosso planejamento estratégico de curto prazo, que vai até o fim da academia, de médio prazo e de longo prazo. Temos uma percepção muito clara de que precisamos estar focados no planejamento e na realização com o melhor critério possível, sobretudo com muita atenção às pessoas de Caxias”, conclui.

Em Caxias, vereador comemora chegada do coronavírus: “Gente boa demais”

Um vereador do Maranhão fez uma brincadeira de péssimo gosto em um grupo de WhatsApp nesta semana. Ao comentar a possibilidade de adiamento das eleições deste ano – e a consequente extensão dos mandatos dos atuais de prefeitos e vereadores de todo o país –, Antônio Ximenes, parlamentar em Caxias, disse que o vírus é “gente boa demais”. “O bichinho vai prorrogar nossos mandatos por mais dois anos. Uh, mamãe!”, comemorou. Ximenes tem 57 anos e é vice-presidente da Câmara Municipal. “Meu cumpadre esse coronavírus é gente boa demais, bichinho vai prorrogar os nosso mandatos por mais dois anos. Eu doido para ganhar as eleições disputando querem prorrogar por mais dois anos de mandatos, ô cabra safado”, disse ele no áudio completo.

Em Caxias, defesa civil emite novo boletim e nível do rio itapecuru se aproxima da cota de atenção, que é de 4 m

Uma semana depois do nível do Rio Itapecuru ultrapassar os 7 metros, a situação é mais estável e as famílias que tiveram suas residências invadidas pela água agora estão mais tranquilas.

Em Caxias, defesa civil emite novo boletim e nível do rio itapecuru se aproxima da cota de atenção, que é de 4 m

Em Caxias, defesa civil emite novo boletim e nível do rio itapecuru se aproxima da cota de atenção, que é de 4 m

Na manhã deste domingo (29), a Coordenação Municipal da Defesa Civil de Caxias informou que, conforme boletim do Sistema de Alerta Hidrológico da Bacia do Itapecuru – SACE/ITAPECURU emitido às 8h, a ausência de chuvas significativas na bacia nas últimas 12 horas possibilitou a manutenção da condição de recessão do rio nos três municípios monitorados: Caxias, Codó e Coroatá. Entretanto, a tendência atual nas três cidades é que o rio diminua sua velocidade de redução do nível nas próximas horas.

A cota registrada em Caxias às 7h45 foi de 4,28 m, portanto apenas 28 cm acima da cota de atenção, 4 m. A cota prevista para às 15h45 deste domingo é de 4,15 m, ainda acima da cota de atenção, mas se aproximando de retornar à condição de normalidade.

Nesse sábado (28), no programa Contra Ponto, da Rádio Educativa Guanaré FM, o coordenador da Defesa Civil, Capitão Malheiros, destacou que o órgão, que é ligado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, já prestou auxílio a 37 famílias nos bairros Galeana, Salobro, Ponte, São Francisco, São Pedro, Vila Alecrim e Cangalheiro. Entretanto, a recomendação para estas famílias é que continuem onde estão e não retornem para as residências que precisaram ser desocupadas, pois ainda há previsão de chuva forte.

“90% das pessoas preferem ir para as casas de parentes ou amigos. De todas que retiramos, apenas duas famílias quiseram ir para abrigos, elas estão alojadas em uma escola. Outras alugaram outros imóveis. Se você for observar, estas famílias são as mesmas de 2019. Nós temos uma equipe que está ligada 24h. Temos uma parceria com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e a Secretaria Municipal de Agricultura. Eu peço que as pessoas só retornem para as suas residências quando a Defesa Civil der esta orientação”, explicou o coordenador.

Em Caxias, Guarda municipal trabalha na conscientização dos empresários para cumprir decreto e manter isolamento social

Cumprindo o Decreto Municipal nº 94, de 22 de março de 2020, a Guarda Municipal de Caxias também está auxiliando a gestão pública no sentido de orientar e fazer com que a informação sobre o decreto chegue aos mais diferentes pontos comerciais, a fim de que todos compreendem a importância do isolamento social.

Nesta quinta-feira (26), os profissionais da Guarda solicitaram o fechamento de estabelecimentos que não fazem parte de atividades essenciais, como está previsto no decreto:  “Art. 1º – Fica suspenso o funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais, de serviços e industriais, inclusive, Shoppings Centers, a partir das 00:00h do dia 23 de Março de 2020. bem como as atividades de construção civil, no âmbito do Município de Caxias, pelo prazo de 15 (quinze dias), podendo este prazo ser prorrogado por igual período sucessivamente enquanto durar o estado de calamidade pública em razão do avanço do novo coronavírus (COVID-19). Parágrafo único. Permite-se aos restaurantes os serviços de entrega (delivery)”.

A comandante da Guarda Municipal, Inspetora Roseane, afirmou que a Guarda tem sido atendida em suas solicitações e contado com a colaboração dos comerciantes.

“Estamos realizando o toque de recolher com base no Decreto Municipal, as áreas que não são de serviços essenciais dentro do município devem obedecer às normas, fechando e as pessoas se recolhendo, ficando em casa. A Guarda Municipal tem agido e executado as ordens no município de Caxias”, frisa.

Hildo Rocha defende encontro de contas na quitação de débitos previdenciários dos municípios

O deputado federal Hildo Rocha voltou a defender a derrubada do veto presidencial que impede a quitação de débitos previdenciários dos municípios por meio de encontro de contas. “Se a Previdência deve aos municípios e os municípios devem à Previdência, vamos fazer um encontro de contas. Isso é natural, até porque somos uma República Federativa e os Municípios são entes da Federação. Portanto, nada mais justo do que fazer o encontro de contas”, argumentou Rocha.

O parlamentar lembrou que a ideia surgiu durante os debates na Comissão Especial Mista, que tratou da análise da medida provisória 778/2017, relativa às dívidas dos Municípios com a Previdência. “A proposta nasceu por sugestão da Confederação Nacional de Municípios, está bem fundamentada. O presidente foi mal orientado sobre essa questão, foi induzido ao erro. Portanto, vou trabalhar para a derrubada do veto”, afirmou Hildo Rocha.

Não é a primeira vez que o parlamentar defende a ideia. Rocha apresentei requerimentos, na Comissão de Finanças e Tributação, defendendo a aplicação do encontro de contas, mas o Ministério da Fazenda não acatou. “O órgão disse que não tem informações precisas sobre as dívidas previdenciárias dos Municípios. Ora, se nunca fizeram esse estudo, se não existe essa memória, por que não fazer logo um encontro de contas? A União quer cobrar mas não quer pagar o que deve aos municípios. Isso não é justo”, defendeu Hildo Rocha.

Os vetos presidenciais à MP 778/2017 voltarão a ser debatidos no plenário da Câmara nesta quarta-feira (22).