Prefeito de Caxias visita unidade de pronto atendimento e reforça medidas preventivas

A Prefeitura de Caxias tem tomado medidas para proteger a todos os caxienses com os decretos que impõem a suspensão do funcionamento do comércio nas situações que dispõe Decreto Municipal n° 94/2020, que traz medidas extremas para restringir cada vez mais a presença de pessoas nas ruas. Na manhã dessa quarta-feira (25)  o prefeito Fábio Gentil visitou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, que será a referência para atendimentos de casos suspeitos, caso haja alguém contaminado pela covid-19, onde foram disponibilizados leitos e respiradores. 

“A nossa UPA está totalmente equipada e preparada com o atendimento, caso aconteça algum caso da covid-19. Até o momento não temos casos confirmados, temos alguns suspeitos, a gente precisa mostrar que a transparência é mais importante. Então, não existe nenhum caso confirmado. Mas a UPA está equipada, foi preparada com todos os equipamentos e EPIs. É bem verdade que é necessário o isolamento para que a saúde possa dar o primeiro passo para o tratamento. Aqui a UPA estará absorvendo os casos mais graves que precisem de respiradores mecânicos, que a UPA está preparada para atender. Eu tenho certeza que Deus irá nos abençoar e que o município de Caxias não terá nenhuma consequência mais grave”, afirma o prefeito.

O Maranhão conta com 8 casos da covid-19 até o momento. Todos foram registrados na capital do estado. Caxias registra 24 casos suspeitos e nenhum confirmado.

“O município não pode comprar os exames. Os exames são distribuídos para os estados e o estado envia para o município de Caxias. Todos aqueles exames que foram distribuídos para Caxias já foram realizados. O diagnóstico só é feito de 7 a 20 dias. Os exames encaminhados na semana passada devem sair até esta sexta-feira e, se Deus assim permitir, não teremos nenhum caso confirmado, esse é o nosso desejo. Nós estamos viabilizando junto ao governo federal os exames rápidos, que devem chegar a Caxias até a próxima semana”, frisa Fábio Gentil.

“A UPA foi readequada desde a sua estrutura de atendimento inicial, que vai da recepção e classificação até os critérios para a internação. Hoje nós trabalhamos com a ala vermelha restrita para pacientes graves que necessitem de ventilação mecânica e a ala amarela, que vai servir para pacientes suspeitos, com ou sem confirmação diagnóstica. O perfil da UPA hoje nesse período de mudança são as síndromes gripais, pacientes com dois sintomas clássicos já podem estar procurando a UPA, como coriza, tosse e cansaço”, frisa Daniel Neto, coordenador da UPA.

A UPA também conta com o mapa viral, para diferenciar o tipo de doença viral que a pessoa tem ao chegar à unidade, por exemplo, se ela tem gripe comum, H1N1 ou se é um caso suspeito da covid-19.  O prefeito também lembrou que foi criado um Comitê de Crise do novo coronavírus para divulgar todos os dias, às 20h30, um balanço de ações do dia. A medida é uma forma de combater as notícias falsas.

“Nós estamos com suporte laboratorial que é o Mapa Viral, que consegue dar um parâmetro que dá pra iniciarmos o tratamento, ou ter alta, para sabermos se ele tem uma influenza ou gripe comum ou é suspeita da covid-19. Pedimos aos pacientes que só procurem as urgências apenas nas situações de casos extremos”, solicita Daniel Neto.

“Nós criamos um comitê de crise do coronavírus, onde todos os dias, a partir das 20h30, estará sendo divulgado um boletim da Secretaria Estadual de Saúde, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde. São esses a certeza e a veracidade da informações. O importante é tornar as informações verdadeiras e públicas”, lembra Fábio Gentil.

O  prefeito reforça a importância dos caxienses permanecerem em casa para evitar a disseminação da doença.

“Quero tranquilizar a população. Nós conseguimos conscientizar a todos da real necessidade de todos ficarmos em casa e, consequentemente, trabalhar para que essa pandemia não possa ser disseminada. Nós vamos conseguir barrar de vez, mas para que isso aconteça, fique em casa, e respeite as normas da OMS”, ressalta Fábio Gentil.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta