Lockdown em Vitorino Freire é para povão: Funcionários da prefeitura descumprem regras

O lockdown no município de Vitorino Freire, já chamado de retardatário pelos adversários da prefeita Luanna Bringel (pois foi decretado somente no dia 22 de junho) acaba de ser prorrogado para o próximo domingo (5).

A medida, apesar do Maranhão de Verdade considerar necessária, provocou enorme insatisfação popular, em especial por parte da população que utiliza motocicletas para se locomover e até sobreviver.

As barreiras instaladas no município não apenas fecharam o acesso à cidade, como acabaram por realizar blitz com apreensão de dezenas de motos, prejudicando o sustento de muitos vitorinenses.

Truculência– Um outro problema relacionado à medida de prevenção ao coronavírus é que o lockdown da Prefeitura de Vitorino impediu até moradores de povoados se deslocarem de um local para outro, dentro do próprio município. Um vídeo postado nas redes sociais provocou revolta na população no povoado Centro do Amaro.

A moradora tentou passar para levar uma encomenda a outro povoado e foi barrada. “Eu sou aquela que você impediu de eu passar na barreira, mas eu estou aqui. Esse lockdown da desgraça de vocês tá servindo mesmo é só pra dar prejuízo nas pessoas. O que vocês deveriam fazer é pegar as pessoas que estão contaminadas na cidade e botar num lugar pra se tratar pra lá e não ficarem transitando na cidade no meio da rua”, reclamou uma moradora que pediu ao blog para não ser identificada e nem ter o vídeo postado. Populares denunciam truculência no trato com os moradores da cidade. “A gente não deve passar nas barreiras para ir pra outra cidade, mas sair da nossa cidade, no interior, pra ir na casa de um parente vocês não podem impedir, você não têm esse direito”, opinou a vitorinense.

A população mais necessitada reclama que “lockdown é para os pobres”. Recentemente, foi feito o flagra de um encontro festivo com a presença da secretária de Assistência Social, Mirla Cristina Pontes, de um tio da prefeita e até de um funcionário público que teve a covid-19. Todos estavam sem máscara.

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta