Empresa habilitada com atestados falsos para vender ambulâncias tem só muro e placa

A sede da empresa Innovar Empreendimento até existe, mas no endereço na cidade de Santa Luzia, registrado na Receita Federal, só tem apenas ‘o muro e a placa’.

Mesmo com a suspeita de ser fantasma, a companhia foi habilitada por três prefeituras maranhenses com o objetivo de fornecer ambulâncias para o transporte de pacientes com covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Conforme já revelamos anteriormente, ao analisar os documentos da empresa contratada para fornecer os veículos, o site Maranhão de Verdade teria constatado alguns indícios de fraudes no procedimento. A suspeita é de que o atestado de capacidade técnica apresentado pela empresa no certame contenha informações falsas.

Dos contratos, o mais alto foi feito pela Prefeitura de Vitória do Mearim (MA), cidade de 35 mil e 472 habitantes, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que investiu R$ R$ 449 mil na compra de 2 ambulâncias.

A cidade que realizou a contratação concentra um dos maiores números de casos de covid-19 no interior do estado: 418 confirmados, 193 ativos, com sete mortes. A quantidade de infectados pode ser ainda mais, pois 60 casos suspeitos ainda aguardam a confirmação dos exames.

A sede da empresa Innovar Empreendimento até existe, mas no endereço na cidade de Santa Luzia, registrado na Receita Federal, só tem apenas ‘o muro e a placa’.

A sede da empresa Innovar Empreendimento até existe, mas no endereço na cidade de Santa Luzia, registrado na Receita Federal, só tem apenas ‘o muro e a placa’.

Além disso, também observamos que a compra, feita sem licitação devido à urgência no combate à pandemia, beneficiou uma empresa criada no último dia 04 de março 2020, no auge da pandemia do coronavírus. Ou seja, apesar do pouco tempo de existência, um mês depois a empresa passou a ‘alugar’ veículos para a iniciativa privada e 42 dias após a sua abertura, começou a contratar com o setor público.

Segundo apuramos, o atestado datado do dia 14 de abril do corrente ano, registrado pela empreiteira MC Obras e Empreendimentos Ltda., cujo proprietário é o empresário Francisco Vieira da Silva, atribuía à Innovar Empreendimento, o fornecimento de um veículo tipo caminhonete Hilux SR 2019/2019. Os documentos contábeis da empresa, porém, apontam indícios de irregularidades já que na referida data o balanço patrimonial não apresentava nenhum veículo em nome da firma.

O empresário que atestou os serviços da Innovar é conhecido por Ló, mas no submundo do crime é chamado pela alcunha de “Rei das Laranjas”, termo utilizado para se referir a alguém que “empresta” o nome para ocultar a origem ou o destinatário de dinheiro ilícito, especialmente em operações que investigam crimes de lavagem de dinheiro e corrupção. A reportagem apura se o ‘empresário’ Lourizan Lima de Araújo ‘proprietário’ da Innovar estaria sendo usado como laranja nesse esquema conhecido como máfia das ambulâncias.

De acordo com o levantamento junto ao Sistema de Acompanhamento Eletrônico de Contratação Pública (Sacop), do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA), a fima possui contratos em três municípios cujo faturamento total é de R$ 718.900,00. Dos 03 procedimentos licitatórios em que participou, não perdeu nenhum.

Somente na cidade vitoriense abocanhou mais da metade dos contratos para prestar um serviço da qual não tem a capacidade de oferecer. Mesmo tendo sido ‘atestada’ pelo “Rei das Laranjas”, a Innovar não possui cadastro junto aos órgãos que regulamentam e fiscalizam o serviços de transporte para operar na atividade da qual foi contratada.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta