Consumidores aprovam aplicativo do Procon

Diogo de Azevedo Lima baixou o aplicativo e formalizou a denúncia.

Diogo de Azevedo Lima baixou o aplicativo e formalizou a denúncia.

Fazer uma denúncia ficou mais fácil desde maio deste ano, quando o aplicativo do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-MA) foi lançado. Com mais de 60 mil downloads e quase 4.500 denúncias formalizadas, o aplicativo tem deixado a população mais próxima do órgão e satisfeita com a atuação do Procon. É o caso do agente de organização escolar, Diogo de Azevedo Lima, que conhecia o aplicativo, porém, apesar de ter achado a ideia prática para os consumidores formalizarem suas denúncias, ainda não tinha feito o download, até o momento em que viu seus direitos sendo desrespeitados.

O consumidor contou que após comprar um relógio a prova d’água em uma loja do shopping, fez uma viagem e logo no primeiro banho de piscina o objeto parou de funcionar. Ao retornar para São Luís o consumidor foi efetuar a troca da mercadoria, quando foi surpreendido pela vendedora, que o informou não ser possível e que ele deveria enviar para Central localizada em Guarulhos e com todos os custos pagos por ele.

Foi então que Diogo de Azevedo Lima baixou o aplicativo e formalizou a denúncia. “Achei um absurdo ter que me responsabilizar por tudo e ainda esperar um retorno de Guarulhos. Depois que fiz a denúncia no aplicativo o Procon entrou em contato comigo e me orientou como eu deveria proceder. Voltei na loja e dias depois a Central também entrou em contato comigo, me informando que a troca do relógio seria autorizada. Meu problema foi resolvido em 20 dias”, contou o consumidor, que elogiou o trabalho da equipe do órgão, destacando a celeridade das ações.

De acordo com o presidente do Procon, Duarte Junior, o aplicativo, que agora ganhou nova versão, torna o órgão mais presente na vida da população, além de ser um ferramenta de extrema relevância para os maranhenses. “Com o aplicativo o consumidor pode formalizar sua reclamação a qualquer hora, pois tem disponível na palma da mão os serviços que poderia realizar se fosse até uma unidade do Procon. Agora o aplicativo está mais acessível às demandas dos consumidores e a formalização de denúncias menos burocrática”, destacou.

Outro consumidor que também optou por fazer a denúncia pelo aplicativo foi o Mauro Henrique Saldanha dos Santos Júnior, que teve problemas ao adquirir ingressos de meia-entrada no cinema. Ao fazer a compra dos ingressos o estudante e a namorada foram impedidos de assistir ao filme mesmo apresentando a carteira de estudante, pois a empresa também exigia o comprovante de vínculo estudantil impresso. “Baixei na mesma hora o comprovante digital, que não foi aceito, pois era norma da empresa. Achei um absurdo, fiz uma publicação no meu face e meus amigos comentaram que eu poderia denunciar no aplicativo do Procon. Fiz a denúncia e o órgão verificou a situação. Hoje isso não acontece mais”, comentou.

Para o consumidor fazer uma denúncia no aplicativo é necessário preencher todos os campos, incluir imagens que comprovem a relação de consumo, o dano ou o vício, entre as opções de imagem estão a nota fiscal, a ordem de serviço ou o número do protocolo de atendimento. Além disso, o consumidor deve se atentar a informar os dados do reclamante, mesmo que o aplicativo esteja no aparelho de terceiro e, também, verificar em sua caixa de e-mail ou lixo eletrônico a mensagem automática enviada após a formalização da denúncia, que garante que ela foi realizada com sucesso. Caso essa mensagem não seja recebida, o consumidor deve iniciar o procedimento.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta