Universitário é acusado de colocar câmera no banheiro feminino no Instituto Florence

Na tarde desta terça-feira (31), um universitário de odontologia do Instituto Florence de Ensino Superior – Ifes, localizado na rua rio branco, no centro da capital maranhense, identificado como Danielzinho, o magrinho foi acusado de colocar uma câmera escondida no banheiro feminino para flagrar alunas, funcionarias e professoras nuas.

O caso chocou funcionários, pais e alunos da instituição. Segundo informações obtidas pelo editor deste blog, o suspeito usou a câmera de um celular para gravar as imagens. As primeiras cenas foram registradas pela câmera instalada na lata do lixo, que foi colocada ao lado do sanitário. Na sequência ele mudou a lixeira de posição, colocando de frente para a privada, na intenção de registrar o nu frontal das adolescentes.

O Instituto Florence ainda não se manifestou publicamente sobre o assunto.

A  polícia está investigando o caso.

Veja abaixo os relatos de alunas em áudio: 

Em Santa Luzia, prefeitura não paga há três meses

Os professores da rede municipal de ensino dede Santa Luzia do Tide (cidade a 405 quilômetros de São Luís), estão há mais de três meses sem salário e fazem protesto em busca de receber seus vencimentos.

“O pior é a incerteza da data de pagamento. Temos contas a pagar e a prefeitura não vai se responsabilizar com os juros dos nossos cartões de credito, pois à justiça é a favor desse gestor”, destaca o professor.

LEIA TAMBÉM: Em Santa Luzia do Tide, crianças comem farinha com água na merenda em escolar

A prefeitura não pagou os meses de agosto, setembro e outubro deste ano. Indignados com a situação, dezenas de professores foram para à rua cobrar seus direitos. Segundo a denúncia, até o momento a prefeitura não deu qualquer justificativa plausível para tamanho atraso, uma vez que trata-se de um repasse de verba federal.

LEIA TAMBÉM: Imagens traduz o caos em Santa Luzia do Tide

Enquanto nada se resolve, professores e funcionários continuam cumprindo com seu dever profissional enfrentando todas as dificuldades possíveis e imagináveis. A única coisa certa é que o comércio local não os vende mais nada fiado até receberem o que lhe é devido. A cidade é comandada por França do Macaquinho do PP.

Veja as imagens do protesto abaixo:

Compra local já investiu quase 700% a mais do que foi aplicado em 2016 em São José de Ribamar

Em pouco mais de dez meses de gestão pública, a Prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (SEMAGRI), vem investindo fortemente na chamada agricultura familiar e pesca artesanal.

No total, já foram aplicados só este ano quase R$ 450 mil reais na compra direta de produtos da agricultura familiar, por meio do Compra Local Municipal, isso sem falar dos investimentos feitos em outros programas que estão sendo executados no município.

O programa, que aplica recursos próprios exclusivamente do município para compra de alimentos do setor, além de fortalecer a economia das famílias dos agricultores e pescadores artesanais, também garante a segurança alimentar das crianças e adolescentes da rede municipal de ensino, composta atualmente por 107 unidades.

Todo o investimento, que até o momento corresponde a 624,94%, em relação ao total gerado em 2016, que não ultrapassou a casa dos R$ 71.000,00 mil reais, reflete não apenas no aquecimento econômico do setor, como também vem garantindo a expansão dos negócios de pequenos agricultores.

Um exemplo é agricultor rural, Ribamar Caldas, que cultiva milho há cerca de 15 anos. Segundo ele, a produção escassa deu vez à colheita semanal do produto, que agora já tem destino certo: complementar a merenda escolar dos alunos da rede municipal de ensino. 

“Nossa produção semanal resulta hoje na colheita de cerca de três mil espigas de milho por semana. Pouco a pouco estamos avançando e graças ao escoamento certo da produção, podemos investir com mais segurança no crescimento da plantação”, comemora o agricultor.

Além do Seu Ribamar, o recurso próprio da prefeitura ribamarense, aplicado diretamente no setor, já beneficiou outros 277 agricultores com a compra direta de mais de 67 toneladas dos mais variados alimentos, só este ano. Todo o investimento, de acordo com o prefeito Luis Fernando, retorna não apenas no movimento da economia local, mas reflete na qualidade e em condições dignas para o aprendizado dos alunos.

“A compra da produção é uma forma de incentivar a agricultura familiar, mas tudo é feito obedecendo a critérios rigorosos, que vão desde o plantio, à colheita, além do transporte, que é feito de forma a não comprometer os produtos”, explicou o prefeito, enaltecendo também o escoamento direto dos alimentos para as escolas, o que vem refletindo numa melhor condição de aprendizado dos alunos.

Além das escolas da rede municipal de ensino, todos os produtos adquiridos por meio, do Compra Local, seguem para o consumo da Cozinha Escola, Entidades Filantrópicas, além de escolas comunitárias e instituições que cuidam de pessoas vulneráveis. O secretário de agricultura, Isaac Buarque de Holanda, reitera que o objetivo é incentivar cada vez mais o plantio assistido dos agricultores como forma permanente de produção local.

“Temos uma agricultura forte que precisa ser estimulada cada vez mais. E é exatamente isso que o prefeito vem fazendo. Em menos de um ano já percebemos o avanço positivo que reflete em números a confiança do pequeno agricultor, que tem investido em suas pequenas propriedades, plantado com mais confiança porque já pode contar que a produção tem destino certo: abastecer as escolas e demais equipamentos assistidos pela prefeitura”, finaliza o secretário.

Hildo Rocha diz que Maranhão perde turistas por incompetência do governador

Durante Sessão Solene em homenagem do Dia mundial do Turismo, o deputado federal Hildo Rocha lamentou o péssimo desempenho do Maranhão no setor.  Segundo o parlamentar, infelizmente o estado está na contramão dos avanços que o Brasil vem alcançando em relação ao turismo nacional. “De acordo com dados da INFRAERO, ocorreu queda de 17,64% no movimento de turistas no Aeroporto de São Luís somente nos seis primeiros meses deste ano, o que veem trazendo sérios prejuízos para o comércio e setor hoteleiro”, destacou Hildo Rocha. 

Trabalho destruído

Rocha lembrou que a então governadora Roseana Sarney dinamizou o setor turístico por meio do Plano de Desenvolvimento Integral do Turismo no Maranhão. O deputado ressaltou que o Maranhão possui um dos maiores potenciais turísticos do Brasil. “Além da capital, São Luís, com suas belas praias e o Centro Histórico, os Lençóis Maranhenses, a Chapada da Mesa, o Delta do Parnaíba existem tantas outras atrações para mostrar ao Brasil e o mundo. No entanto, apesar de todo esse potencial, o Governo do Estado não tem desenvolvido políticas para incrementar o turismo maranhense”, declarou.

O parlamentar lembrou que até mesmo obras estruturantes iniciadas pelo governo anterior foram abandonadas pela atual administração. “A transmetropolitana, via moderna de transito rodoviário, que ligaria a BR-135 diretamente as praias de São Luís, Ribamar e Raposa foram abandonadas pelo governador”, comentou.

Recursos assegurados

Rocha destacou ainda que os recursos adquiridos pela governadora, por meio de financiamento do BNDES, eram suficientes para fazer toda a obra que já deveria estar servindo para melhorar a mobilidade urbana. “O percurso da entrada de São Luís até a praia do Araçagi poderia ser feito em menos de 10 minutos.  Mas, a obra que se encontra em marcha lenta. O terminal do aeroporto de Barreirinhas, também já deveria estar pronto há mais de dois anos. Tudo isso causa prejuízos ao turismo do Maranhão”, afiançou o deputado. 

Estatísticas

Rocha disse que o turismo mundial mobiliza 1,2 bilhão de viajantes por ano e gera receita cambial em torno de 1,2 trilhão de dólares. “O setor cresceu, no ano passado, quase o dobro da economia em geral, e constitui um mercado muito disputado, no qual cada país atua intensamente para aumentar sua participação. Cada estado da nossa federação pode buscar parte desses turistas”, frisou.

De acordo com o parlamentar, entre 2010 e 2015, o total de turistas internacionais aumentou em 26%. Nesse curto período, o Japão saltou de 8,6 para 19,7 milhões de turistas; a Tailândia praticamente dobrou o número de visitantes; a Arábia Saudita conseguiu um acréscimo de 65%, e o México, de 38%. “Provavelmente, esses países decidiram aumentar de forma maciça os investimentos em turismo, e já colhem os frutos mesmo em meio a uma época de crise mundial”, observou Rocha.

Ações eficientes

O deputado destacou os esforços do Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo, para fomentar o setor turístico brasileiro. “O trabalho desenvolvido pelo atual governo possibilitou que o setor atingisse recordes em 2016: 6,6 milhões de estrangeiros, um incremento de 4,8% de turistas internacionais em relação ao ano anterior. O movimento injetou na economia U$$ 6,2 bilhão, de acordo com dados divulgados recentemente pelo Banco Central do Brasil”, declarou Rocha.

“O turismo gera emprego e renda, estimula o desenvolvimento, promove a convivência entre os povos e dá boa resposta econômica mesmo em períodos de crise. É, portanto, uma atividade muito indicada para o Brasil, que dispõe de grandes atrativos naturais e pode se transformar, em prazo relativamente curto, num importante destino mundial”, sublinhou Hildo Rocha.

Umbelino lançou nesta semana a campanha “Natal Solidário”

A campanha tem por objetivo arrecadar cestas básicas de alimentos não perecíveis para serem doados a famílias carentes que residem em diversos bairros da nossa capital.

Com intuito de ajudar ao próximo e tornar mais feliz a noite do Natal de diversas famílias ludovicense, o parlamentar elaborou o projeto de arrecadação das cestas e estendeu a toda sociedade que queira contribuir doando.

Umbelino afirmou que é um momento especial, onde todos poderão participar unindo-se no mesmo propósito.

O ponto de arrecadação das cestas, está sendo no gabinete do vereador Umbelino Junior (PPS), localizado na Câmara Municipal de São Luís, mas caso a pessoa não tenha como levar ao gabinete, é só entrar em contato através dos telefones (98)987079721 ou (98)981610099, que a equipe irá buscar.

Semapa realiza rodada de crédito para estimular o setor agrícola de São Luís

Mais estímulos ao pequeno produtor e investimentos no setor agrícola de São Luís. Foi com esse propósito que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), realizou, nesta segunda-feira (30), a Rodada de Crédito, em parceria com o Sebrae. A iniciativa visa oportunizar aos produtores locais a obtenção de informações sobre linhas de créditos para fomento da produção e regularização financeira, com vista à sua reabilitação para novas modalidades creditícias junto ao Banco do Brasil e Banco do Nordeste, que também são parceiros da ação. Palestras sobre incentivo à formalização no setor agrícola; orientação para o Microempreendedor Individual (MEI) integraram ainda a programação do evento. 

A abertura dos trabalhos foi realizada em solenidade ocorrida no auditório do Sebrae, com a presença do titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues, que destacou a iniciativa como mais uma ação inovadora da gestão do prefeito Edivaldo executada com o objetivo de impulsionar o desenvolvimento do setor agrícola, valorizar o pequeno produtor e consolidar uma política de credito agrícola voltada aos produtores da capital.

“A realização desse evento é uma orientação do prefeito Edivaldo, que quer consolidar, até o final da sua gestão, 10 cadeias produtivas de culturas sustentáveis em São Luís. Para atingirmos essa meta, uma série de ações está sendo adotada, entre elas essa Rodada de Crédito, para estimular e facilitar a negociação ou a renegociação com as instituições financeiras parceiras da ação, abrindo, assim, um leque de perspectivas para a aquisição de novas linhas disponíveis ao setor. Feita a negociação, imediatamente o produtor volta a ter alternativas de crédito abertas para sua produção”, afirmou Ivaldo Rodrigues.

O secretário pontuou ainda que a Rodada de Crédito é destinada a todo tipo de agronegócios, pequenos empreendedores das feiras e mercados locais e artesãos, beneficiando desde a produção até o abastecimento.

O vice-presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-MA, Raimundo Coelho, também ressaltou a iniciativa como uma junção de esforços em favor do pequeno negócio local. “O Sebrae está sempre se mobilizando para alavancar os pequenos negócios. E esta parceria com a Prefeitura de São Luís é mais uma importante ação nesse sentido, para orientar e mostrar os caminhos viáveis para o desenvolvimento das atividades produtivas locais. Em momentos de crise temos que buscar novas alternativas e é isso o que estamos fazendo com a Rodada de Negócios. São Luís tem muitas vocações e uma delas é a agricultura, um setor extremamente importante e que muito tem ajudado o país a vencer a crise”, observou Raimundo Coelho.

O vice-presidente do Conselho do Sebrae destacou, ainda, que os agricultores maranhenses têm dado exemplo às demais atividades produtivas. Segundo ele, o agronegócio do Maranhão registrou um crescimento de 22%, destacando-se como o primeiro estado da federação em crescimento percentual no setor. “Os números vertiginosos na área deram também ao Maranhão a segunda colocação em crescimento do PIB Brasil, com 3.2%”, acrescentou Coelho.

PROPOSTAS

Durante a Rodada de Crédito foram instaladas salas para o Banco do Nordeste e Banco do Brasil receberem os agricultores e apresentarem suas linhas de financiamento. Na ocasião, os produtores puderam conversar individualmente com o representante de cada instituição, conhecer melhor a proposta de cada uma, renegociar dívidas anteriores e abrir nova negociação em alguma das modalidades creditícias apresentadas pelas instituições.

Entre as linhas de créditos disponibilizadas aos produtores estão o Microcrédito Rural, o Crediamigo, o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), entre outras alternativas financeiras.

“O Banco do Brasil se sente muito honrado em ser parceiro dessa iniciativa louvável realizada pela Prefeitura de São Luís e o Sebrae. Estamos aqui para dizer aos produtores que eles podem contar conosco para analisarmos a melhor maneira de ajudá-los a quitarem suas dívidas e adquirirem novos créditos junto à instituição”, disse o superintendente do Banco do Brasil no Maranhão, Igor Júnior.

Ainda como parte da programação do evento, que contou com a presença de dezenas de produtores agrícolas locais, houve palestras sobre incentivo à formalização no setor agrícola; orientação para o Microempreendedor Individual (MEI), negociações financeiras de débitos e orientações para aquisição de novas linhas de créditos e microcréditos.

O pioneirismo da ação também foi destacado pelo representante das Feiras e Mercados de São Luís, Francisco Soares. “É algo jamais visto em São Luís: a Prefeitura tomando a frente para facilitação do crédito em benefício dos pequenos agricultores da Ilha”, disse ele.

A artesã Edivanda Nascimento, 45 anos, uma das participantes do evento, enalteceu a iniciativa realizada pela Prefeitura. “Precisamos de ações como esta para estimular a atividade dos pequenos produtores. Quero conhecer aqui todas as linhas de crédito disponibilizadas e analisar a melhor para a minha atividade. Sei que muitos produtores não têm conhecimento das diversas modalidades apresentadas aqui e o evento serve para orientar nesse sentido também”, disse a artesã.

Participaram também da cerimônia de abertura da Primeira Rodada de Crédito, o secretário adjunto da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Emerson Macedo; o vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho; a secretária municipal de Segurança Alimentar, Fátima Ribeiro; o representante do Banco do Nordeste, Cesar Ney Teixeira; o secretário de Política Agrária do Sindicato de Agricultores de São Luís, Cleuson Alves; entre outras autoridades políticas, empresariais e comunitárias locais.

Uma oposição desequilibrada em Pinheiro

É meu amigos leitores, não se faz oposição ou situação assim…

Mas vamos lá…

Na maior cidade da baixada maranhense, a cidade de Pinheiro na administração do jovem João Luciano Silva Soares, o Luciano Genésio (Avante), o município vive o seu melhor momento, tanto político quanto na administração publica municipal. 

Com pouco mais de dez meses de mandato, o prefeito vem criando frentes de trabalhos em todas as partes da administração. A cidade recebe um choque de gestão pública, que não havia tido na última administração. Ou seja, uma gestão voltada para o povo. Hoje, Pinheiro começa uma nova caminhada e a população já percebeu um que é um novo tempo para a cidade, pois as ações de boa gestão estão por toda parte.

Há oposição não vê! O que temos visto na cidade é uma oposição totalmente desequilibrada sem discurso e criando uma fábrica de informações não verificada em torno do atual mandatário. A população pinheirense sofreu na administração passada, a cidade parrou, comércio urbana e rural travou, não vendia absolutamente nada. Hoje é outra realidade…

Covardes da imprensa local fazem críticas pelo simples fato de fazer. Muitas situações, além de desequilíbrio aparecem o ódio e um rancor profundo. A oposição já começa a bolar seus planos e discursos para desmantelar essas perspectivas que se abrem em uma postura desequilibrada, com argumentos incabíveis e inconsequentes em gestos transloucados que lembram mais uma retaliação a essa possível saída. 

Os pinheirenses não deve dar créditos a uma oposição desequilibrada, não devemos olhar para uma oposição onde seu principal objetivo não é ver melhoria para a cidade e sim atrapalhar as ações de quem governa que vão de encontro ao bem de todos. Ações que boa parte das vezes trata-se de macro projetos para a cidade e seus cidadãos. Mesmo assim, os opositores querem mais é atrapalhar para que as coisas não ocorram.

Com um olhar diferenciado para a saúde pública, UPA de Timon se destaca no atendimento aos timonenses

Um atendimento eficiente e de qualidade. Esses são os dois pilares que balizam o funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento de Timon. A nova administração da Unidade tem aplicado um novo alinhamento de gestão que vem causando mudanças importantes à saúde dos timonenses.

Inaugurada há mais de cinco anos, a UPA funciona 24 horas por dia, nos sete dias da semana, proporcionando aos pacientes e funcionários mais conforto através de um ambiente estruturado, além de uma equipe comprometida que realiza de forma incansável um trabalho humano voltado ao bem estar dos timonenses.

A Unidade de Pronto Atendimento possui capacidade para atender até 250 pacientes por dia, mas devido à grande demanda, acaba atendendo a média de 500 pacientes, além de realizar vários exames e possuir tecnologia de ponta, com equipamentos de última geração, leitos de observação e medicações que atendem a todas as demandas, conquistas essas que só foram possíveis graças ao empenho do deputado estadual Rafael Leitoa, junto ao Governador Flávio Dino e o Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, que jamais mediram esforços para a melhoria da saúde pública na cidade de Timon. A parceria entre o governo do Estado e a prefeitura de Timon também tem contribuído positivamente na melhoria da saúde pública oferecida aos timonenses.

Zelando pela qualidade no atendimento humanizado, a atual administração da UPA tem inovado no tocante ao acesso a políticas públicas de qualidade. No mês de outubro, por exemplo, foram realizadas diversas ações, dentre elas caminhadas, mobilizações e palestras com esclarecimentos sobre a prevenção contra o câncer de mama (Outubro Rosa). O Dia das Crianças também foi comemorado pelas crianças que se encontravam em observação, através de ações de voluntários que se fantasiaram de personagens infantis para realizarem atividades lúdicas na Unidade.

Treinamentos constantes, protocolos que ditam as regras a serem seguidas para dar maior qualidade ao serviço prestado em todos os setores e valorização dos profissionais, também são algumas das novidades implantadas pela diretora Ana Patrícia Bringel, assistente social com especialização em saúde pública, que em comemoração ao Dia do Médico, também organizou uma confraternização para homenagear os profissionais.

Localizada na Rua São Sebastião, no bairro Santo Antônio, A Unidade de Pronto Atendimento de Timon se propõe a resolver grande parte das urgências e emergências, ajudando a desafogar as lotações nos hospitais da cidade. Dispõe ainda de 15 leitos, distribuídos entre três leitos de Observação Pediátrica, semi UTIs, além de quatro modernos Consultórios: 2 Pediátricos e 2 na Clínica Médica, que atendem por dia entre 350 a 400 pacientes, média de 12.000 por mês.

Emenda de Hildo Rocha assegura implantação de centros de convivência de idosos em Estreito e Itapecuru-Mirim

O deputado federal Hildo Rocha foi recebido em audiência pelo ministro do Desenvolvimento Social e Agrário. Osmar Terra confirmou que os recursos para a implantação do primeiro Centro de Convivência de Idosos da Região Tocantina, que será construído na cidade de Estreito, já estão empenhados. “Além da unidade de Estreito, o município de Itapecuru-Mirim também será beneficiado com a implantação de um Centro de Convivência de Idosos, com recursos de emenda parlamentar de minha autoria”, destacou Hildo Rocha.

Centros de Referência de Assistência Social (Cras)

Ainda durante o encontro, Rocha cobrou a liberação de recursos referentes ao co-financiamento do governo federal, para Centros de Referência de Assistência Social (Cras) instalados em diversos municípios maranhenses que não estão recebendo os repasses conforme previsto nos pactos firmados entre a união e os municípios.

Os Cras são portas de entrada da Assistência Social destinados ao atendimento prioritário de comunidades residentes em áreas de maior vulnerabilidade social. “Nesses locais são oferecidos serviços de Assistência Social, com o objetivo de fortalecer a convivência com a família e com a comunidade. A falta de repasses, por parte do governo federal, implica em despesas extras para os municípios e muitas prefeituras não têm condições de bancar o funcionamento dos Cras apenas com recursos próprios”, observou Hildo Rocha.

Comunidades quilombolas

A pedido do ex-vereador de São Luis, Fábio Câmara, que também participou da audiência, o deputado Hildo Rocha, apresentou pleitos referentes à produção agrícola e segurança alimentar de comunidades quilombolas do Maranhão.

Feirinha São Luís traz novas atrações para grade cultural

Desde junho a Praça Benedito Leite vem se tornando, aos domingos, um dos espaços mais democráticos da cidade com a realização da Feirinha São Luís, projeto da Prefeitura. A cada domingo uma nova proposta é pensada para se agregar cada vez mais ao gosto do público e na 21° edição, realizada neste domingo (29), foi incrementada atrações religiosas que devem ficar permanentes na programação cultural. Joel Mistokles (gospel) trouxe louvores e cânticos para o evento.

“Nesta edição trouxemos essa novidade. Vamos intercalar entre cantores gospel e católicos para agradar aos dois públicos. São Luís tem lindas vozes que cantam músicas religiosas e não podíamos deixar de fora da Feirinha esses talentos”, destacou o titular da Semapa, Ivaldo Rodrigues.

A Feirinha São Luís é promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), e acontece todo domingo das 7h às 15h. Além das atrações culturais, o espaço tem ainda comercialização de produtos agroecológicos, artesanato, artes plásticas, literárias e opções gastronômicas variadas.

“As atrações religiosas vieram pra somar com a Feirinha, espero que continue todo domingo, as pessoas gostam das atrações mais tranquilas de manhã cedo e o público que vem pra missa já vai entrando no clima”, disse a funcionária pública, Cristiane Viégas.

ESPAÇOS

Nesta edição quem comandou a Barraca do Chef – um dos destaques da Feirinha São Luís, que traz, a cada evento, um convidado com a proposta de apresentar um cardápio personalizado – foi o chef Ornilo Neto, do delivery de frutos do mar, Marisco Express.

Nas edições anteriores, nomes de peso como Melquiades Dantas, Cila Brandão, Juja, Danilo Dias, Thiago Ogro, Felipe Marques, Giuseppe Rocha e Paulo Coimbra, Murylo Luna, Rosângela Roxo, Suely Almeida, Adriana Saulnier, Danilo Sousa, Warwick Trinta e Delmo Junior conquistaram o público pelos sabores de seus pratos.

O ponto de encontro dominical, além de expor a diversidade cultural da Ilha, fomenta a economia criativa aos produtores de mais de 11 polos que oferecem seus produtos por preços justos. São mais de 90 pontos de comércio, movimentando o turismo na capital e a geração de renda. A Feirinha conta com 29 barracas para venda de produtos agrícolas, 25 para artesanato, 19 de alimentação e 13 food trucks.